sábado, maio 29, 2010

Era à Tarde

                                                                                                                 © Armando Isaac
Era à tarde
que gostava de sentir
a areia molhada, o som do mar, do vento
depois
o céu ia do vermelho a cinza
então
metia as forças encontradas no bolso
regressava à casa da praia
*Poema do livro Casa da Praia - Fernando Antunes

3 comentários:

  1. Cores de fotografia maravilhosas, poema igualmente bonito. A.G.

    ResponderEliminar
  2. Belas cores da praia, maravilhosa foto e lindo poema! Bjs

    ResponderEliminar